Disciplina - Ensino Religioso

Busca Educação

Ramadã

pessoas em um templo islamicoA palavra Ramadã encontra-se relacionada com a palavra árabe ramida, “ser ardente”, possivelmente pelo facto do Islão ter celebrado este jejum pela primeira vez no período mais quente do ano. O Ramadã é um tempo de renovação da fé, da prática mais intensa da caridade, e vivência profunda da fraternidade e dos valores da vida familiar. Neste período pede-se ao crente maior proximidade dos valores sagrados, leitura mais assídua do Alcorão, frequência à mesquita, correção pessoal e autodomínio.

O Ramadã é comemorado no nono mês do calendário islâmico. Uma vez que o calendário islâmico é lunar, o Ramadã não é celebrado todos os anos na mesma data, podendo passar por todos os meses e estações do ano, conforme a progressão dos anos, porém sua duração é entre 29 e 30 dias. O mês inicia-se com a aparição da lua no final do mês de sha'ban (oitavo mês no calendário lunar muçulmano).

O jejum no mês de Ramadã (nono mês do calendário islâmico) é um dos cinco pilares do Islam, e consiste no ato de abster-se, desde o raiar da aurora (oração da alvorada) até o pôr do sol (oração do crepúsculo), da ingestão de qualquer espécie de alimentos e bebidas, assim como fumar e manter relações sexuais. Este período pode ser maior ou menor, já que utilizamos o calendário lunar, que é móvel.

O jejum é obrigatório para todo muçulmano que tenha atingido a puberdade e que goze de perfeita saúde física e mental. A gestante e a lactante, a mulher menstruada ou em resguardo pós-parto e os enfermos ou em viagem, estão isentos do jejum, devendo repor os dias não jejuados após o término do período que o impossibilita de jejuar. Esta reposição será feita após o mês sagrado, podendo ser em dias alternados ou seguidamente, mas terá como prazo o último dia antes do início do próximo mês de Ramadã. Para o idoso ou portador de uma doença incurável, o jejum deixa de ser uma obrigação, devendo fornecer uma refeição a um necessitado (ou o valor equivalente) por cada dia não jejuado, caso tenha condições.

Veja mais em:


videos
Vídeo - O Sagrado Mês do Ramadan
videos
Vídeo - Um dia de Festa: Ramadã
videos
Vídeo - Muçulmanos celebram o o Ramadã

Recomendar esta página via e-mail: